GP Crystal leva Fórmula Truck pela 17ª vez ao autódromo de Goiânia | Eu Sou Goiás
Notícia
Carregando...

GP Crystal leva Fórmula Truck pela 17ª vez ao autódromo de Goiânia

Divulgação - Fórmula Truck



Fórmula Truck 2014 - Dez pilotos da categoria já venceram corridas no Autódromo Internacional Ayrton Senna, palco da etapa final da temporada de 2014.

 A 19ª temporada do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck conhecerá seu campeão no dia 7 de dezembro. A etapa final terá em disputa o GP Crystal e levará a competição a Goiânia (GO) pela 17ª vez – o circuito do Autódromo Internacional Ayrton Senna só não recebeu a categoria dos caminhões mais velozes do mundo nos campeonatos de 2006 e 2010. Em 16 edições realizadas, foram 10 os pilotos que conquistaram vitórias na etapa goiana.

Atuando desde 2013 apenas como chefe de equipe da já campeã RM Competições/MAN Latin America, Renato Martins é o recordista de vitórias no traçado de 3.835 metros do autódromo goiano, onde esteve no topo do pódio três vezes. O paulista foi primeiro colocado nas edições de 1996 e 1998, época em que pilotava caminhões da Scania, e repetiu o resultado em 2001, já com um Volkswagen, marca representada pela RM até os dias de hoje.

Quatro dos 26 inscritos venceram a etapa duas vezes. Djalma Fogaça, piloto da DF Racing Fans, ganhou em 1997, com um Volvo, e em 2003, com Ford. Roberval Andrade, da Ticket Car-Corinthians, ganhou em 2002 e 2008, sempre com Scania. Wellington Cirino é outro com duas vitórias, 2005 e 2011, com o Mercedes-Benz da ABF-Santos. Valmir “Hisgué” Benavides, hoje piloto da Scuderia Iveco, levou caminhões Volkswagen à vitória em 2007 e 2009.

Dois vencedores da etapa goiana não competem mais – o paranaense Osvaldo Drugovich, que ganhou com Scania em 1997, e o gaúcho Jorge Fleck, de Volvo, em 1999. Também já venceram a etapa o pernambucano Beto Monteiro, da Scuderia Iveco, em 2004, com Ford; o paranaense Leandro Totti, atualmente na RM, em 2012 Mercedes-Benz; e o brasiliense Geraldo Piquet, que levou o Mercedes-Benz da ABF-Santos à vitória no ano passado.

A Fórmula Truck destaca em Goiânia a disputa entre Totti e o paulista Felipe Giaffone pelo título de 2014. A vantagem é do paranaense, que venceu seis corridas e depende de um sexto lugar na corrida para repetir o título que conquistou em 2012. Giaffone busca seu quarto título brasileiro e, além de depender de resultados combinados, tem um “tabu” a derrubar: a pista de Goiânia é a única do calendário onde nunca venceu pela Fórmula Truck.


GP de Goiânia – Todas Poles e Vitórias

18 de agosto de 1996
Pole: Sérgio Drugovich (Scania); vitória: Renato Martins (Scania)

26 de outubro de 1997
Pole: Djalma Fogaça (Volvo); vitória: Osvaldo Drugovich Júnior (Scania)

13 de dezembro de 1998
Pole: Osvaldo Drugovich Júnior (Scania); vitória: Renato Martins (Scania)

21 de novembro de 1999
Pole: Osvaldo Drugovich Júnior (Scania); vitória: Jorge Fleck (Volvo)

7 de maio de 2000
Pole: Djalma Fogaça (Ford); vitória: Djalma Fogaça (Ford)

6 de maio de 2001
Pole: Roberval Andrade (Scania); vitória: Renato Martins (Volkswagen)

5 de maio de 2002
Pole: Beto Monteiro (Ford); vitória: Roberval Andrade (Scania)

16 de março de 2003
Pole: Djalma Fogaça (Ford); vitória: Djalma Fogaça (Ford)

6 de junho de 2004
Pole: Wellington Cirino (Mercedes-Benz); vitória: Beto Monteiro (Ford)

10 de abril de 2005
Pole: Renato Martins (Volkswagen); vitória: Wellington Cirino (Mercedes-Benz)

16 de setembro de 2007
Pole: Valmir Benavides (Volkswagen); vitória: Valmir Benavides (Volkswagen)

6 de abril de 2008
Pole: Felipe Giaffone (Volkswagen); vitória: Roberval Andrade (Scania)

14 de junho de 2009
Pole: Roberval Andrade (Scania); vitória: Valmir Benavides (Volkswagen)

5 de junho de 2011
Pole: Roberval Andrade (Scania); vitória: Wellington Cirino (Mercedes-Benz)

3 de junho de 2012
Pole: Leandro Reis (Scania); vitória: Leandro Totti (Mercedes-Benz)

9 de junho de 2013
Pole: Wellington Cirino (Mercedes-Benz); vitória: Geraldo Piquet (Mercedes-Benz)















Fórmula Truck
Partilhar no Google+

Eu Sou Goiás

Postar um comentário