Léo Lima revela sua paixão e reafirma seu desejo de encerrar carreira no Goiás | Eu Sou Goiás
Notícia
Carregando...

Léo Lima revela sua paixão e reafirma seu desejo de encerrar carreira no Goiás

Goiás Esporte Clube - Divulgação

Formado nas divisões de base do Madureira, Léo Lima foi levado para o Vasco da Gama no ano de 1999. Todavia, somente dois anos mais tarde passou a atuar entre os profissionais. No mesmo ano, atuaou pela Seleção Brasileira Sub-17, sagrou-se campeão do Mundial da categoria.

No Vasco, Léo Lima reeditou sua parceria com Souza, que também surgira no Madureira. Conquistou o Campeonato Carioca de 2003, quando ficou famoso pelo cruzamento de letra que fez na final contra o Fluminense, que acabou resultando no gol de Souza, o segundo do Vasco naquela partida. Em 2004, Léo Lima partiu para a Europa, onde jogou no CSKA Sofia, Marítimo e Porto.

Retornou ao Brasil em meados de 2005, vestindo a camisa do Santos e, posteriormente, atuou pelo Grêmio, de onde foi dispensado por mau comportamento. Em 2007, veio parar no Flamengo, aonde tornou a encontrar Souza, seu velho companheiro. No Rubro-negro, as más exibições, aliadas ao seu comportamento polêmico, fizeram com que o seu contrato fosse rescindido por "falta de produtividade".

Em 18 de janeiro de 2008, com o aval do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras anunciou a contratação de Léo Lima. Léo Lima atuou toda a temporada de 2008 pelo Palmeiras, e no fim do mesmo ano, foi dispensado pelo clube. No dia 29 de dezembro, Léo Lima retorna ao Vasco da Gama como novo reforço para 2009, e assina contrato de um ano.




R7


Sua chegada  e saída do Goiás
Em 20 de julho, Léo Lima acertou com o Goiás um contrato até o final do ano e deixou o Vasco. Ao final de 2009 Léo Lima foi contratado pelo São Paulo, em um "pacotão" de seis reforços (ele, Marcelinho Paraíba, Xandão, André Luís, Carlinhos Paraíba e Fernandinho), com um contrato de 3 temporadas. Em junho de 2010 acertou com o Al-Nasr, dos Emirados Árabes.

E assim como quase todos os jogadores de futebol, Léo Lima, do Al Nasr, é um aficionado por carros. O craque, que há quatro anos joga nos Emirados Árabes, tem até um Camaro, em sua casa em Dubai. Mas, a sua verdadeira paixão é o Fusca. Uma vez por ano, quando vem ao Brasil, Léo mata a saudade do seu “possante”. E, desta vez, ele levou a equipe do Esporte Fantástico para dar uma voltinha pelo Rio de Janeiro e aproveitou para contar um pouco da sua história. E não esconde o imenso desejo de encerrar sua carreira no Goiás Esporte Clube


Entrevista à Record Internacional 08/06/2013





Sua volta ao Goiás

Léo Lima disse que quando terminar seu contrato com o Al-Nasr pretende voltar para o Brasil. Se vai jogar no Goiás novamente ele não sabe, mas tem vontade. “O Goiás foi o clube que mais me identifiquei. A torcida sempre me apoiou. Eu e minha família gostamos de Goiânia. Levo o Goiás no coração”, assegurou.

Léo Lima relatou que o Goiás não é um time top, como o Vasco, Flamengo, São Paulo e outros. De acordo com ele, o Goiás tem uma estrutura maravilhosa, que ganha de vários outros clubes. “É um time que tem uma torcida apaixonante. A mesma sempre me apoia até hoje com mensagens pelas redes sociais. É um time que merece conquistar o Brasileiro Série A e a Libertadores”, declarou.









Ficha Técnica do Atléta
Nome completo Leonardo Lima da Silva
Data de nasc. 14 de janeiro de 1982 (31 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Altura 1,88 m
Pé Destro


Títulos de Léo Lima

Seleção Brasileira
Campeonato Sul-Americano Sub-17: 1999
Campeonato Mundial Sub-17: 1999
Campeonato Sul-Americano Sub-20: 2001

Vasco da Gama
Campeonato Carioca: 2003

Santos
Campeonato Paulista: 2006

Flamengo
Campeonato Carioca: 2007

Palmeiras
Campeonato Paulista: 2008

Outras Conquistas 
Vasco da Gama
Taça Guanabara: 2003
Taça Rio: 2003


R7 


Partilhar no Google+

Eu Sou Goiás

Postar um comentário