"É um privilégio voltar", afirma Araújo | Eu Sou Goiás
Notícia
Carregando...

"É um privilégio voltar", afirma Araújo

Foto: Rosiron Rodrigues - Goiás Esporte Clube


Atacante que marcou 136 gols com a camisa esmeraldina entre 1997 e 2003 é apresentado oficialmente e sonha com grandes conquistas em Goiânia.

Quase dez anos depois o atacante Araújo está de volta ao Goiás. Maior artilheiro da história do clube com 136 gols marcados, o jogador de 35 anos foi apresentado nesta quarta-feira e já se colocou à disposição para jogar diante do Santo André, pela Copa do Brasil, na próxima semana. 

Assim como Hugo, Araújo não está inscrito no Campeonato Goiano e, por isso, tentará ajudar o Verdão apenas nas competições nacionais. O contrato do atleta com o time esmeraldino se encerrará no dia 31 de maio de 2014, mas o atacante já demonstrou o interesse em permanecer por mais tempo em Goiânia.


Araújo chegou ao Goiás em 1997 juntamente com o lateral-esquerdo Marquinhos e com o volante Josué. Ambos estavam no Porto-PE e se profissionalizaram no Verdão. A saída do jogador para o Shimizu S-Pulse-JAP ocorreu após a bela reação do Goiás no Campeonato Brasileiro de 2003. Fadado ao rebaixamento pelo primeiro turno ruim que fez, o time então comandado por Cuca conseguiu reagir e terminou a Série A na nona colocação. O ataque com Dimba e Grafite está até hoje na memória de Araújo.


O atacante também passou pelo Catar e por clubes como Cruzeiro e Fluminense. No ano passado atuou no Náutico e foi importante na boa campanha do Timbu no Campeonato Brasileiro. Araújo participou de 33 dos 38 jogos na Série A. 

As boas atuações despertaram interesse do Atlético-MG, que contratou o atacante. Porém, com a forte concorrência no Galo, o jogador não se firmou e preferiu ir para o Goiás. Em sua apresentação, Araújo destacou a vontade de ser campeão com a camisa esmeraldina. Confira os principais trechos.

Volta

- É uma alegria muito grande, pela história que eu tenho e pelo carinho para com dirigentes e torcida. Nem todos podem voltar ao clube de origem, é um privilégio para mim.

Expectativa

- Quero conquistar títulos. Estou impressionado com a estrutura do Goiás, quando eu saí não era assim. Isso mostra que o clube está pensando grande. Hoje em dia não adiante só pensar na equipe de futebol, é preciso investir na estrutura. Aqui temos todas as condições de montar uma grande equipe e brigar por títulos importantes.

Lembranças marcantes

- Até hoje tenho contato com o Josué, que até voltou para o Atlético-MG após atuar muito tempo na Alemanha. Tivemos uma amizade muito boa com todo grupo, foi uma passagem marcante. Me lembro muito de um jogo contra o Vitória em 2003. A gente perdia por 3 a 0, mas conseguiu a virada fora de casa. Aquilo foi marcante.

Cobrança

- Estou tranquilo, sei que a responsabilidade será muito grande pela história que eu tenho no Goiás. Estou preparado, vou saber lidar com isso. Estou muito ansioso para voltar a jogar com jogadores como Harlei, que também é experiente e ídolo.

Estreia

- Por mim já seria domingo, mas infelizmente não será possível (não está inscrito). Estou à disposição do treinador, ele pode contar comigo assim que precisar. Eu estava treinando normalmente e, embora não tenha feito muitas partidas, corria em média 11 Km por jogo.

Esclarecimento

- Algumas pessoas disseram que eu não vim para o Goiás antes porque minha esposa não queria, mas não é verdade. As coisas não deram certo por motivos contratuais mesmo, tanto no exterior como aqui no Brasil. Mas retornei com a esposa e com os filhos, eles já se adaptaram a Goiânia, é uma bela cidade.

Aprendizado fora do país

- Foi uma experiência muito válida. Com o tempo a gente vai adquirindo maturidade tanto como atleta quanto como jogador. Eu cresci bastante, agora consigo desenvolver melhor meu futebol. Posso jogar no meio, como ponta ou como atacante. Isso é fruto da experiência que eu adquiri.

"Se eu parar de jogar daqui uns três ou quatro anos aqui no Goiás, eu ficarei muito feliz"
Araújo, novo reforço do Goiás

Aposentadoria no Goiás

- Chega um momento em que a gente precisa começar a planejar o fim da carreira. Ainda não quero parar de jogar futebol, mas espero cumprir meu contrato e depois ampliar meu vínculo com o Goiás. Se eu parar de jogar daqui uns três ou quatro anos aqui no Goiás, eu ficarei muito feliz.

Passagem pelo Atlético-MG

- Não fiz muitos jogos, mas deu para aprender bastante. O Atlético-MG tem muitos jogadores de qualidade para cada posição, então o treinador precisa fazer suas escolhas. A gente respeita as decisões. Mas pude fazer o primeiro gol do time no ano e também convivi com o Ronaldinho Gaúcho. É um jogador muito humilde e muito querido por todos.

Ficha do atleta
Nome completo: Clemerson de Araújo Soares
Local de nascimento: Caruaru-PE
Data de nascimento: 08/08/1977 (35 anos)
Clubes: Goiás (1997/2003), Shimizu S-Pulse-JAP (2004), Gamba Osaka-JAP (2005), Cruzeiro (2006/2007), Al-Gharafa-CAT (2007/2010), Fluminense-RJ (2011), Náutico (2012) e Atlético-MG (2013)

Títulos: Campeonato Goiano (1998, 1999, 2000, 2002 e 2003), Campeonato Brasileiro da Série B (1999), Copa Centro-Oeste (2000, 2001 e 2002), Campeonato Japonês (2005), Campeonato Mineiro (2006), Liga do Catar (2007/2008, 2008/2009 e 2009/2010), Campeonato Carioca (2012)


Fonte: Globoesporte - Goiânia
Partilhar no Google+

Eu Sou Goiás

Postar um comentário