Goiás Perde jogo de ida da fase semifinal do Goianão 2013 | Eu Sou Goiás
Notícia
Carregando...

Goiás Perde jogo de ida da fase semifinal do Goianão 2013

Goiás x Aparecidense - Campeonato Goiano - Semifinal (Foto: O Popular)
Foto: O Popular


Time visitante explora contra-ataque no primeiro tempo e consegue vantagem para jogo de volta. Esmeraldino perde em casa após 49 partidas.

O cenário está invertido. Não existe mais vantagem para o Goiás, pelo contrário. Tudo que foi construído nos 18 jogos da primeira fase quase deixou de existir na noite desta quinta-feira. Quase, porque ainda resta uma esperança. Mas no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Goiano, quem deu as cartas foi a Aparecidense, que venceu por 2 a 1 no Serra Dourada, e se aproximou da decisão. Washington e Renato Xavier, ainda no primeiro tempo, fizeram os gols do Camaleão, que foi taticamente perfeito na etapa inicial e contou ainda com grande atuação do goleiro Pedro Henrique, emprestado pelo próprio Goiás. Walter descontou no fim e deixou a situação esmeraldina menos complicada.


Por causa da liderança na fase de classificação, o Goiás joga pelo empate no placar agregado para ir à final do Goianão. Sendo assim, a equipe, que não perdia há 49 jogos como mandante, terá de vencer na partida de volta, dia 5 de maio, se quiser a classificação para a final. O problema é que o jogo será no estádio Aníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia. Devido ao show do ex-beatle Paul McCartney no dia 6 de maio, o Goiás concordou em inverter o mando de campo na semifinal, já que não poderia atuar no Serra Dourada.


O Verdão dá um tempo no Estadual e se foca agora na Copa do Brasil. O time volta a campo quarta-feira, contra o Santo André, fora de casa, enquanto a Aparecidense terá dez dias de preparação para o jogo de volta da semifinal.

Surpresa no Serra Dourada

A primeira boa chance de gol foi do Goiás. Neto Baiano, que voltava ao time após três partidas de ausência, aproveitou bem um cruzamento de Rodrigo e cabeceou com força, já quase na pequena área. Pedro Henrique, que havia falhado nos dois jogos contra a equipe esmeraldina na primeira fase, fez grande defesa. Mas apesar do lance de perigo, os donos da casa não conseguiram impor um bom ritmo de jogo e, para piorar, viram os visitantes fazerem grande jogo taticamente.


O primeiro gol da Aparecidense saiu aos 13 minutos. O time já tinha boa posse de bola quando Abuda cruzou da direita. A bola chegou até Washington, que girou e acerou belo chute: 1 a 0. Era tudo o que o Camaleão queria. O técnico Wladimir Araújo escalou muitos jogadores no meio-campo. O lateral Eduardo Arroz, que estava suspenso em 180 dias, conseguiu efeito suspensivo e entrou em campo com função mais ofensiva, enquanto Johnathan ficava encarregado de ajudar a defesa.


Invicto como mandante há 49 partidas e líder isolado da primeira fase, o Goiás naturalmente sairia para o ataque. Foi o que ocorreu, mas de forma desordenada. A Aparecidense aproveitou e quase ampliou em contragolpe puxado por Diego Lira, que saiu na cara do gol, tentou driblar Harlei e perdeu a bola. O Verdão não aprendeu a lição. Em mais um ataque sem muita organização, o time cedeu espaço ao rival, que aproveitou com extrema categoria. Em rápido contra-ataque, a bola chegou até Renato Xavier, que, na entrada na área, limpou para o pé direito e acertou o ângulo de Harlei, fazendo belo gol: 2 a 0 Aparecidense.


Pedro Henrique fecha o gol, mas Walter marca
Impaciente, a torcida esmeraldina já vaiava alguns atletas, como Eron, que nem voltou para o segundo tempo – substituído por William Matheus. Quem também entrou após o intervalo foi Eduardo Sasha, na vaga de Dudu Cearense. O que se viu a partir de então foi ataque contra defesa. Mais ofensivo, o Goiás partiu para o ataque, enquanto a Aparecidense não conseguiu aproveitar os espaços deixados para tentar ampliar o marcador.


O problema é que o time esmeraldino esbarrava na grande atuação de Pedro Henrique. Aos 13, o goleiro fez defesa milagrosa em mais uma finalização à queima-roupa de Neto Baiano. Walter ainda tentou aproveitar o rebote, mas não conseguiu balançar as redes. Os donos da casa continuaram tentando, mas não era o dia. A zaga do Camaleão, formada por Márcio Santos e Murilo também se portava de maneira sólida. A Aparecidense deu apenas um chute a gol na etapa complementar e viu Walter descontar aos 46 minutos. O atacante aproveitou cruzamento de Ernando e, com liberdade, chutou para o fundo das redes: 2 a 1.


FICHA TÉCNICA – GOIÁS 1 X 2 APARECIDENSE

Local: Estádio Serra Dourada
Competição: Campeonato Goiano (semifinal)
Árbitro: Bruno Rezende
Assistentes: João Patrício e Evandro Gomes Ferreira
Gols: Walter (Goiás); Washington e Renato Xavier (Aparecidense)
Cartões Amarelos: Rodrigo, Amaral, Vítor e William Matheus (Goiás); Márcio Santos e Raphael Luz (Aparecidense)
Público: 7.808
Renda: R$116.185,00
GOIÁS
Harlei; Vítor, Ernando, Rodrigo e Eron (William Matheus); Amaral, Dudu Cearense (Eduardo Sasha), Ramon e Renan Oliveira (Caio); Neto Baiano e Walter.
APARECIDENSE
Pedro Henrique: Johnathan, Márcio Santos, Murilo e Anderson Paim; Jeferson, Abuda, Renato Xavier, Washington (Claytinho) e Eduardo Arroz (Leonardy); Diego Lira (Raphael Luz).








Fonte: Globoesporte - Goiânia
25/04/2013
Partilhar no Google+

Eu Sou Goiás

Postar um comentário